sábado, 17 de abril de 2010

Noosa!






E aeee! Sentiram minha falta?
Ja faz um bom tempo que não escrevo por aqui!
Estive meio ocupado-preguiçoso nos ultimos dias(semanas?).
Pois bem, Estou de volta e com algumas fatos para contar.
Claro, muito de vocês estavam curiosos esperando a novidade, cá estou para saciar
Sua sede de “9dades”! Pegue um café, veja se está confortável em sua cadeira,
Pois faz um bom tempo que não escrevo uma redação em português, he he!

(deixe me ver quando foi o ultimo post....*olhando*)

Vixi....vamos lá.
Eu ainda continuo na minha “caixa de fósforo”.
Não é la grande coisa, mas depois de um tempo acaba-se acostumando a
viver confinado. Acho que deve ser a mesma coisa em quando uma pessoa
está presa, claro, tirando o fato que em prisão você não consegue durmir
sem desconfiar da própria sombra. Acho que exagero quando digo que meu
quarto é um pesadelo mobiliário, mas não é.
Eu tenho um período para ficar por aqui, como eu deixei um depósito de duas
semanas (270 dolares) e um período mínimo de aluguel de 2 meses, eu não
estou com pressa para sair.

A ultima postagem foi quando eu tinha me mudado para cá, e falei sobre minha
“Engenharia de Emergência” no cabo da internet. Agora, ela esta arrumada,
bunitinha e funcionando...MAL PACAS!
Dizem que a conexão mais lenta de todas é a discada, eu acredito que eles não
consideraram a minha conexão aqui no meu quarto, se é que posso considerar
que isso é “conexão”. Mas as vezes consigo ver meus e-mails.
Neste caso eu achei uma solução, não muito viável, mas satisfatória.
3G
Pra dizer a verdade, eu não pesava que eu iria contratar um serviço desse tão
cedo, muito menos aqui na Austrália (levando em cosideração que meu
Visto é apenas até Setembro).
O serviço é relativamente bom, mas o que mais me irrita é ver que o plano é
limitado por Gigas Bytes . Eu peguei o plano Pre-Pago, pois eu não posso pegar
outro plano diferente, pois qualquer outro tem Fidelidade de 1 ano. Mas com
esse plano que estou agora dá pro gasto. (Chego a uma velocidade de 50KB/s) .

Depois da minha mudança, a vida começou a ganhar outra cara, acredito que
muitos conhecem essa cara chamada: “Rotina”. A medida que se vai conhecendo
a cidade, e as novidades não são mais novidades, e começa a conhecer a
redondeza, a emoção vai acabando (pelo menos para mim) . Contudo, tem
sempre algo para fazer (o mais importante) e amigos para acompanhar.
Mas sempre aquela rotina - Acorda-Escola-City-Casa - para deixar as coisas lentas.
Porem, na Páscoa a emoção voltou a reinar, hehe!
Próxima parada, Noosa – Sunshine Coast / Queensland-Austrália!
Tudo planejado - de ultima hora é claro - , vamos para praias do norte!
Quatro pessoas: Eu, Um amigo Brasileiro e Duas Colombianas!
Perfeito!
Dia da viagem: Eu e Meu Amigo Brasileiro...

F***! Estava tudo certo, reservado nossos lugares no Backpackers Houses
para quatro pessoas! Porem, a situação mudou no dia antes da viagem.
As garotas deram para trás. Uma teve que trabalhar e a outra desistiu e
foi com o primo dela para outro lugar.
Tudo nessa vida tem um motivo para acontecer.
Foi bem melhor sem elas! Eu acredito que não teria feito metade as coisas
que fizemos na viagem, e nem os apuros que passamos! Apesar de não
terem ido, a gente acabou indo para Noosa sem elas. Pois não iamos perder
nosso feriado em Brisbane.
Colocamo-nos a caminho de Noosa no fim da tarde. Fomos de trem, porem,
não tinha nenhum que fosse direto para o lugar onde tinhamos reservado a
acomodação, mas mesmo assim entramos no trem sem saber exatamente
onde parar.
Após pegar o trem e algum tempo de viagem, eu perguntei ao meu amigo
brasileiro se ele sabia onde era o lugar certo para a gente ir. A vezes tem
coisas que a gente sabe mas só para puxar assunto a gente pergunta. “Poutz,
Esqueci o Endereço!” Mas as vezes a vida não tem graça quando a gente
ja sabe a resposta!
A gente no meio do caminho sem saber onde ia passar a noite. Incrível, ou
melhor , ferrou! Mas, mesmo assim, continuamos firmes em nossa jornada!
Depois do meu amigo perguntar algumas informações para um garoto que
estava deitado nas cadeiras do trem (nesse momento o trem estava quase
vazio) fomos orientado de como chegar em Noosa! É so ir até a ultima
estação e pegar um ônibus!
“No fim da tarde”, foi o que eu tinha dito, logo, chegamos na estação por volta
das 8-9 horas da noite! Incrível como a gente reclama as vezes que os
onibus de São Paulo param de funcionar por volta da meia-noite ou uma
hora da manha.
Recem chegados na estação Nambour(Nossa estação), procuramos os onibus
para Noosa Head, e o que vimos foi apenas taxis, pois os onibus por lá param
as 6:00PM! Pronto! Não sabemos onde fica a acomodação e ainda por cima
não tem ônibus para chegar pelo menos perto do lugar.
Nessas horas a gente pensa em várias coisas, chegou um momento que eu
pensei no filme “Em busca da Felicidade” com Will Smith, no momento que
ele dorme na estação do metrô.
Passava das 9 da noite e a gente precisava chegar lá, o prócimo ônibus para
Noosa Head era as 10:00AM, logo a melhor solução foi.....TAXI!
Em outros posts, eu disse que a salvação pra quem ta perdido é pegar um taxi.
Pois bem, foi a solução mais cara de todo o tempo que estive aqui em brisbane,
porem chegamos ao nosso destino e por sorte, o motorista sabia onde era a
nossa acomodação.
Dez horas da noite! Chegamos em fim em Noosa, no lugar chamado “Dolphins Beachhouse”!

“O que é um peidinho pra quem esta cagado!”

Chegando lá, tarde da noite, e tentamos achar a recepção. Quando demos
conta, percemos que a recepção estava fechada, que ela funcionava até
as 8 da noite! Ótimo! Não tem como a gente fazer o check in! Não temos
quartos! O que vamos fazer?!
“Depois da tempestade, vem sempre a bonanza”
Pra dizer a verdade, daí para frente as coisas começaram a dar certo.
Do lado de fora dos quartos, tinham dois caras conversando e bebendo,
e em um bate-papo com eles, eles nos ajudaram mostrando um quarto
onde não tinha ninguem e que iria ser ocupado somente no outro dia.
Salvos! Temos onde passar a noite! Durmimos no quarto até o dia seguinte,
levantamos cedo para fazer o check in, demos uma desculpa para a dona
sobre as outras duas pessoa que não apareceram, e ficou tudo bem.
Dividimos quarto com duas garotas holandesas.

Eu poderia escrever por um bom tempo, das coisa que vi e fiz, mas
deixarei para continuar no próximo post! Na semana que vem!